Pular para o conteúdo
Saúde Consultas | Revista Saúde, Bem-estar e Nutrição

Parada respiratória

Última atualização: 16 Setembro de, 2017
Por:
Parada respiratória

Diante de uma pessoa inconsciente, a primeira apresentação do salva-vidas é verificar se respira, para o qual se coloca a vítima no chão de barriga para cima, esticada, com os braços junto ao corpo e o que existe é colocado de joelhos ao lado do paciente, na altura dos ombros. Efectuar as manobras, evitando torcer ou dobrar o pescoço e a coluna da vítima, especialmente se houver suspeita de golpe na cabeça ou nas costas.

Em seguida, você tem que limpar os obstáculos da via aérea para facilitar o regresso à respiração espontânea:

  1. abrir a boca e extrair com dois dedos em qualquer corpo estranho que dificulte ou impeça a respiração (as próteses, pedaço de comida, Doces)
  2. jogar a cabeça para trás com suavidade (a colocação de uma almofada de roupa dobrada na parte de trás do pescoço facilita manter esta postura). Este simples gesto pode fazer com que a vítima comece a respirar espontaneamente!, pois deixa liberta da garganta que está obstruída pela língua (em estado de inconsciência, os músculos da língua relaxam e esta cai para trás taponando da garganta)
  3. afrouxar a roupa que dificulte a respiração (camisa, gravata, Sutiã, cinto)
  4. deixar a descoberto o peito para poder observar seus movimentos e poder aplicar massagem cardíaca, se fosse preciso.

Uma vez tomada a cabeça da vítima para trás e verificar que não tem corpos estranhos na boca, o que existe sobre o seu ouvido para a boca da vítima, observándole o peito, e por não mais de 10 segundos:

  • escuta se existe ruído de respiração
  • sinta se existe saída de ar
  • observe se há movimento no peito ou no abdômen.

* Se não há respiração implica que há parada cardíaca, pelo que há que pedir ajuda imediata em situações de Emergência e iniciar a Reanimação Cardiopulmonar (RCP).