Pular para o conteúdo
Saúde Consultas | Revista Saúde, Bem-estar e Nutrição

Os chamados superalimentos, eles são realmente “Super”?

Última atualização: 16 Setembro de, 2017
Por:
Os chamados superalimentos, eles são realmente "Super"?

O 61% nós temos comprado algo porque achávamos que era um “superalimento”. Mas esses alimentos merecem a sua reputação “Super”, ou são as sementes de chia, a quinoa e os batidos de trigo, nada mais do que uma moda passageira?

Dos tercios de nosotros hemos comprado algo porque popularmente nos creemos que es “Super”, com o 14% nós dispostos a pagar mais por algo com a etiqueta de “Super”. Mas são estes superalimentos realmente “Super”? Será que estes alimentos, en los que confiamos pueden curar todos nuestros males y el paquete nos llena de una rebosante salud en general y la alegría de vivir, ter alguma vantagem sobre outros alimentos, ou é só um truque inteligente de marketing?

Aqui, exploramos os fatos por trás das afirmações de nossos superalimentos mais populares.

Suco de beterraba

O que é: Uma boa fonte de antioxidantes, ferro e ácido fólico.

A afirmação: El jugo de remolacha disminuye la presión arterial.

Os fatos: A beterraba é rica em nitratos, que se converte em óxido nítrico. O óxido nítrico é um pensamento químico para baixar a pressão arterial. Acredita-Se que o suco de beterraba produz uma modesta redução da pressão sangüínea, mas são necessárias mais evidências de efeitos a longo prazo.

A afirmação: El jugo de remolacha previene la demencia

Os fatos: Um estudo mostrou que aumenta o fluxo sanguíneo em áreas específicas do cérebro quando se bebe o suco de beterraba. Este efeito é apenas a curto prazo. Além disso, há pouca evidência de que uma dieta rica em nitratos ajudar a prevenir a diminuição da função cognitiva.

A afirmação: El jugo de remolacha aumenta el rendimiento

Os fatos: Un estudio encontró que los atletas aficionados experimentaron una mejora modesta al tomar jugo de remolacha. Os atletas profissionais não fizeram.

Os riscos: O excesso de consumo de beterraba tem vários efeitos colaterais, como cálculos renais e gota (isto é devido aos altos níveis de oxalatos). Também pode sofrer urina de Locais (coloração da pele da beterraba). Se bem que isso é inofensivo, pode levar a muitas investigações dolorosas e invasivas, antes de se diagnosticar.

A conclusão: Embora não necessariamente “Super”, o suco de beterraba é bom para você. Mas não beba demais.

Mirtilos

O que é: Uma pequena baga, ricas em antioxidantes, Vitamina C, fibra e manganês.

A afirmação: Os mirtilos cortam a hipertensão arterial e a aterosclerose.

Os dados: Os estudos não foram conclusivos. Um estudo de 2015 de 48 mulheres na pós-menopausa mostrou uma redução pequena, mas significativa na pressão arterial quando os participantes foram tratados com pó de mirtilos. No entanto, outro estudo de 2015 de 44 adultos com síndrome metabólica (uma doença que combina obesidade, diabetes e pressão arterial elevada) não respondeu positivamente a um regime de shakes de mirtilos.

A reclamação: Os mirtilos previnem o câncer.

Os fatos: Vários estudos em animais sugerem que o extrato de mirtilo, reduz a quantidade de radical livre, que se acredita que causam câncer. Não está claro se este efeito se repete em seres humanos.

A afirmação: Os mirtilos ajudam a melhorar a memória.

Os fatos: Vários estudos (tanto em estudos de animais ou estudos de humanos com amostras pequenas) sugerem que o consumo de extrato de cranberry pode levar a uma melhoria da memória. Não há link testado.

Riscos: Se você é diabético, você tem que controlar sua ingestão de frutose (frutas), já que a fruta é convertido em glicose no corpo.

A conclusão: Bem por ti, mas só uma baga mais. Você pode misturá-los com os morangos, que se demuestra que tienen los mismos efectos sanos del corazón, são mais baixos em frutose, e têm – vamos enfrentá-lo – um gosto mais popular.

Sementes de chia

O que é: A chia é uma semente, popularizado pelos gostos de Gwyneth Paltrow. É uma fonte de magnésio e Ômega-3.

A reclamação: Por completo da saúde de estimulação, Ácidos graxos ômega-3, essenciais para a saúde do cabelo, as unhas e o poder do cérebro.

Os fatos: Um estudo realizado por Wang e seus colegas descobriram que os suplementos da planta de óleo de sementes de chia não deram as mesmas propriedades saudáveis como peixes, óleos de.

Os riscos: Las semillas de chía se han encontrado que puede llegar a hincharse en una masa gelatinosa en el estómago, causar prisão de ventre, e pode aumentar o risco de um evento cardiovascular em pacientes com diabetes.

A conclusão: Para aumentar seus ácidos graxos ômega-3, seria melhor ter um bom filé de salmão.

Bagas de Goji

O que é: Popular entre las celebridades como Madonna, as bagas de Goji são considerados como a elite dos súperalimentos. Son ricas en vitamina C, Vitamina B2, ferro, selênio e antioxidantes.

A afirmação: As bagas de Goji melhoram a saúde cardiovascular, a imunidade e a esperança de vida.

Os fatos: Todos os estudos potencialmente sugeriram esta utilizaram-se com amostras muito pequenas e quantidades muito concentrados de suco de Goji não estão disponíveis fora de um ambiente de laboratório. Mesmo assim, a pesquisa não é conclusiva.

A afirmação: As bagas de Goji previnem o câncer

Os fatos: Um estudo chinês 1994 trataram 79 pacientes com câncer avançado com as bagas de Goji. Verificou-Se que a imunoterapia e as bagas de Goji ajudaram os cancros a retroceder. Não se dispõe de informação sobre a imunoterapia ou outra metodologia utilizada, por isso não podemos dizer se isso é emocionante ou importante ou não.

Os riscos: As bagas de Goji interagem com certos medicamentos, como o Warfarin, e certos diabetes e medicamentos para a pressão arterial.

A conclusão: a evidência que apoia o uso das bagas de Goji como a medicina é fraco. Su dinero estaría mejor gastado en una gama de frutas y verduras frescas.

Chá verde

O que é: Uma medicina tradicional chinesa, rica em vitaminas do grupo B.

A afirmação: El té verde protege contra el cáncer.

Os fatos: En un metaanálisis miraron 51 estudos de mais de 1,6 milhões de pessoas que sofrem de câncer de mama, dois pontos, Próstata, de boca e de pulmão. Encontraram que a evidência do chá verde que protege contra o câncer era “fraco” e “contraditório”.

A afirmação: A catequina, um antioxidante e a cafeína no chá verde ajuda na perda de peso.

Os fatos: Uma revisão de 2012 com quase 2000 participantes não encontraram uma relação significativa entre o consumo de chá verde e a perda de peso.

A afirmação: El té verde reduce el colesterol

Os fatos: Uma revisão de 11 estudos e 821 pessoas (2013) eles descobriram que o chá verde dá lugar a uma leve, mas significativa redução no colesterol e a pressão arterial, pelo menos a curto prazo. Acredita-Se que isto é devido à catequina.

Os riscos: O chá verde é seguro quando consumidos em quantidades moderadas. Si está tomándolo en exceso, a longo prazo, você pode começar a sofrer de efeitos colaterais, devido à cafeína. Estes efeitos incluem acidez, insônia, dor de cabeça e alterações de humor.

A conclusão: se for tomado com moderação, o chá verde é certo para desfrutá-lo. Mas há poucas provas de que isso seja tão super, como alguns afirmam.

Mais superalimentos, menos super

Kale

O que é: Considerada como a “rainha” essas verduras de folha verde, cheias de vitaminas essenciais necessárias para a saúde.

A afirmação: Previne o câncer (especialmente câncer de pulmão e de cólon)

Os fatos: A couve é uma verdura crucífera. Os legumes brassicaceae são boas para nós, cheias de vitaminas, como beta-caroteno, vitamina C e folato.

Alguns, mas não todos os estudos encontraram que o consumo de vegetais Cruciferas pode ajudar a prevenir o câncer. Um estudo realizado na Holanda por Voorrips e seus colegas descobriram que as mulheres, Mas não os homens, os que comiam tiveram um menor risco de câncer de cólon (mas não de câncer de reto). Outros estudos não encontraram nenhuma ligação.

Os estudos têm resultados semelhantes em relação ao câncer de pulmão. Pero los estudios sugieren que las mujeres que comieron cinco porciones de verduras Cruciferas por semana están en un menor riesgo de cáncer de pulmón.

Nota: Não digo “Kale”.

Por que é que?: Uma análise nutricional recente dos Centros para o Controle e Prevenção de Doenças (CDC) foi encontrado que a couve não é a melhor legumes crucífera. Se marcou todas as frutas e produtos hortícolas, comparar cada pontuação de acordo com a riqueza de nutrientes de cada um com relação a ferro, Vitamina B2 (riboflavina), Vitamina B3 (Niacina), Folato, Vitamina B6, Vitamina B12, Vitamina C e Vitamina K. Os legumes brassicaceae melhor no ranking (Na verdade, o melhor ranking de qualquer fruta ou vegetal) eram os agrião. Nabos verdes, col verde y mostaza verdes también estaban por encima de la col rizada.

Os riscos: Muito consumo excessivo de vegetais brassicaceae se relacionou com o hipotireoidismo, especialmente quando consumidos crus. No entanto, os estudos têm encontrado que 1-2 porções diárias são perfeitamente seguras.

Resultados: A couve é um vegetal muito saudável, para ser desfrutada como parte de uma dieta equilibrada. Mas nada de super.

Granada

O que é: Reconhecível por suas pequenas sementes de cor vermelha, esta fruta oriente médio está cheia de vitamina A, E e C.

A afirmação: La granada fortalece los huesos

Os fatos: Um estudo realizado em 2013 sugeria que a romã pode prevenir a osteoporose. No entanto, o estudo utilizou ratos não pessoas.

Ratos, acreditem ou não, são biologicamente muito semelhantes às pessoas. No entanto, sem um estudo em seres humanos, não há nenhuma maneira de saber se os resultados são aplicáveis ou não.

A afirmação: La granada ralentiza el ritmo de crecimiento del cáncer de próstata.

Os fatos: Um pequeno estudo descobriu que o consumo de 227ml (8 Oz) de suco de romã, Todos os dias, se desacelerou o desenvolvimento dos homens em quem o câncer de próstata ainda estava presente. Este é um estudo positivo, mas são necessárias mais investigações.

A afirmação: La granada mejora la enfermedad cardíaca

Os fatos: Em um estudo de 45 pacientes com doença coronariana mostraram que 238ml (8,4 Oz) de suco de romã por dia, melhorou o fluxo sanguíneo ao coração durante três meses. Não está claro o que isso poderia significar para os ataques ao coração. Além disso, com uma amostra de teste tão pequena, é impossível dizer que os resultados foram causados pela granada.

Os riscos: A romã é geralmente segura, embora em raras ocasiões, as pessoas podem ser alérgicas.

A conclusão: A romã é saudável e saborosa. Um copo de suco de romã é uma deliciosa maneira de começar o dia (apenas evite as marcas de alto conteúdo de açúcar), e as sementes são uma adição nutritiva para as saladas. Mas é preciso mais pesquisa em seus benefícios.

Quinoa

O que é: Considerada como o nosso novo favorito, de alto valor protéico sustentável, grão livre de glúten.

A afirmação: La quinua es buenas para la pérdida de peso

Os fatos: A quinua é, na verdade, bastante elevada em calorias, embalagem 222 calorias por copo (em comparação com 215 calorias por xícara de arroz integral).

Vários estudos em animais sugerem que a quinua pode reduzir o apetite em ratos, e pode absorver menos gordura na dieta. No entanto, os estudos em humanos ainda estão a favor destes achados.

A afirmação: A quinua é livre de glúten de forma natural.

Os fatos: A revista American Journal of Clinical Nutrition analisaram as 15 cepas de quinua e descobriram que dois – pasankalla e ayacuchana – contém glúten e pode ser prejudicial para os pacientes celíacos. Isso é problemático, porque a maioria dos fornecedores de Quinoa não rotulam a cepa que utilizam.

A afirmação: A quinua é uma excelente fonte de proteínas

Os fatos: Precisaríamos de, pelo menos, uma dúzia de xícaras de quinua para obter a quantidade diária recomendada de proteína.

Os riscos: A quinua podem causar “síndrome do intestino permeável”. Sapoins (o revestimento exterior de protecção do grão) agrava o intestino-revestimento, causando a inflamação e carregando a dor de cabeça, as uniões dolorosas, para ganho de peso, e a dor de estômago.

A conclusão: Come, com moderação, se é que para a. Mas simplesmente não há suficiente evidência para adicioná-lo à sua dieta como um superalimento.

Grama de trigo

O que é: Descoberto na década de 1930, acredita-se que alguns têm um valor nutricional mais elevado do que qualquer outra fruta ou verdura. Mas, você está à altura do hype que se dá?

A afirmação: Aumenta a produção de glóbulos vermelhos

Os fatos: Los aficionados al pasto de trigo afirman que, por causa da clorofila, é estruturalmente semelhante à hemoglobina (os glóbulos vermelhos que transportam o sangue por todo o corpo), grama de trigo pode ajudar a sua produção. Não há evidência que apoie isso.

A afirmação: Reduz a inflamação do cólon

Os fatos: Um pequeno estudo de 21 pessoas descobriram que a colite ulcerosa melhorou depois que receberam suco de grama de 100 ml por dia durante um mês. No entanto, com uma amostra tão pequena, os resultados são encorajadores, mas não conclusivas.

A afirmação: Ajuda a doenças de sangue

Os fatos: Um estudo longitudinal seguiram 32 pacientes com talassemia, o transtorno de sangue. Encontraron que los que tomaban 100ml de jugo de pasto de trigo diariamente durante ese tiempo necesitaron menos transfusiones de sangre. São necessárias mais pesquisas para testar a sua validade.

Os riscos: A grama de trigo, provavelmente é seguro quando tomado com moderação. No entanto, pode causar náuseas, prisão de ventre e perda de apetite. Recomenda-Se evitar o uso durante a gravidez.

A conclusão: Não há evidência de que é mais benéfico do que qualquer outra fruta ou verdura. Como nutricionista Allison Hornby diz:

“Embora contribui para a ingestão diária recomendada de frutas e legumes, um único tiro de grama de trigo não conta como um de seus 5 o dia.No entanto, se você é um grande fã, pode combinar-se com uma fruta ou verdura.”

Em seguida, qual é o magro, os superalimentos?

Nenhum desses alimentos é ruim para nós, com moderação. Mas, parece que sua reputação foi algo exagerada também. É por essa razão que “superalimento” é um termo geralmente evitado pelos nutricionistas. No entanto, embora nenhum destes alimentos irá curar os seus males e garantir uma saúde perfeita, todos podem ser utilizados como parte de uma dieta saudável e equilibrada.

A nutricionista Penny Kris-Etherton diz:

“Muitas pessoas têm expectativas pouco realistas sobre estes alimentos, pensando que estão protegidos de doenças crônicas e problemas de saúde … Eles podem comer um ou dois destes alimentos ricos em nutrientes, além de uma dieta pobre”.

Muito mais importante do que comer um par de alimentos que nos disseram que são mais saudáveis do que qualquer outro, devemos tratar de desfrutar de uma ampla variedade de frutas e legumes, peixes gordos, carne magra e carboidratos complexos. Quanto mais ampla for a variedade de alimentos, mais nutrientes consumiremos e mais saudáveis seremos.

E não é realmente super?