Pular para o conteúdo
Saúde Consultas | Revista Saúde, Bem-estar e Nutrição

Como agir diante de um acidente de trânsito?

Última atualização: 16 Setembro de, 2017
Por:
Como agir diante de um acidente de trânsito?

Como em toda emergência, se presenciamos um acidente de trânsito, há que agir rapidamente, mas sem precipitação, mantendo a calma em todos os momentos, e sem arriscar as nossas vidas ou a de terceiros.

Se não há outra pessoa mais qualificada que nós, tomaremos a iniciativa, fazendo com que outras pessoas nos ajudem e impedindo, Assim, os gestos nefastos de pessoas bem intencionadas, mas incompetentes.

Há que agir de acordo com a norma PAS: Proteger-Avisar-Socorrer

ACIDENTES DE TRÂNSITO

Há que agir de acordo com a norma PAS: Proteger-Avisar-Socorrer:

1º.- PROTEGER e PROTEGER-se: antes de se aproximar do local do acidente

Estacionar corretamente o nosso veículo na sarjeta, distanciado cerca de 50 m. do local do acidente, para não prejudicar a chegada dos serviços de socorro.
Deixar o motor desligado, os quatro piscas ligados e procurar sair pelo lado direito do veículo.

Colocar os coletes reflectores antes de sair do carro e se certificar que não se aproxima nenhum veículo que nos possa atropelar.

  • Bandeira do acidente: indicar duas pessoas que postam triângulos de perigo a um mínimo de 50 metros de distância do local do acidente (100 m na auto-estrada), pela frente e por trás, de cada vez que acenar aos outros veículos, para que diminua a velocidade ou pare.
  • Aproximar-nos ao local do acidente com cuidado para não ser atropelado. Especial precaução em auto-estradas.
    Se for possível, remover a chave de contato e imobilização do veículo (freio de mão, pedras sob as rodas).Ninguém deve fumar no local do acidente (perigo de incêndio pelo combustível derramado).
  • Não tire o capacete de um motociclista acidentado.

2º.- AVISAR: enquanto permanecemos ao lado dos feridos para realizar os gestos de urgência necessários, indicamos a um dos presentes (o mais tranquilo), que peça ajuda ao Serviço de Emergência (telefone 112), depois de ter realizado uma rápida avaliação da aparente gravidade dos feridos e das circunstâncias do acidente.

Como se deve dar o aviso?: falar devagar e claramente. A partir de Emergência vão fazer uma série de perguntas muito importantes para rapidamente enviar a ajuda necessária (ambulâncias, fogo, Polícia), por isso há que ter previsto, na medida do possível, respostas.

  1. Se identificar, indicar o motivo da chamada e o local do acidente. Exemplo de: "Chamo-Me .... e chamo porque ocorreu um acidente de trânsito na estrada municipal que vai desde a cidade .... para a cidade ... , aproximadamente no quilômetro ... (o, se não se sabe, ... minutos da cidade ...).
  2. Número de feridos, gravidade aparente dos mesmos, e se há algum preso.
  3. Número e tipo de veículos envolvidos e outras circunstâncias importantes: motocicleta, turismo, caminhão, autocarro, choque frontal, queda de um barranco, incêndio, derrame de substâncias perigosas (combustíveis, materiais tóxicos, etc.), estrada bloqueada, etc.
  4. Fornecer um número de telefone de contato.
  5. Seguir as instruções que vão dando desde o Serviço de Emergência, enquanto chega a ajuda pedida.

3º) SOCORRER:

  1. Resgate das vítimas: a regra geral é a de que a um acidentado de estrada (ou qualquer politraumatizado), não lhe rola, não se move, nem se lhe toca.

Se há perigo de repetição do acidente (escuridão, curva na estrada, etc.), deve mudar-se para os poucos metros de distância, que o colocarão em um lugar seguro,. Como é feita essa manobra?: a manipulação do acidentado deve sempre ser feito mantendo um bloco rígido de cabeça-pescoço-tronco-pernas: se há várias pessoas, uma sujeitará a cabeça, outra tórax, outra abdômen e outras dos membros inferiores. Se existem apenas duas pessoas, uma tira os pés e a outra segure a cabeça para que não se curva nem vire. Se houver apenas uma pessoa, tira os pés com cuidado girarle a cabeça o mínimo possível.